A arte de envelhecer bem!

Homens e mulheres sempre correram atrás da juventude, principalmente quando atingem determinada idade; já os jovens, adultos e adolescentes nem pensam no envelhecimento.

Ao contrário, desejam alcançar os 21 anos para adquirirem a sua independência e seus direitos de adultos. Ao atingir os 30-40 anos de idade, começam a perceber que transformações físicas e outras mais, indicam o amadurecimento e a progressão do processo contínuo do envelhecimento.

Em razão disto, hoje muito se usa a famosa frase: “ a Vida começa aos 40 anos”. Na realidade, existem muitas razões para isso, pois a expectativa de vida foi aumentando significativamente e as pessoas tinham mais 30, 40 e até mais anos à sua frente para empreender as mais diversas atividades que lhes permitiriam realizar-se e serem úteis a família e/ou à sociedade.

As pessoas que estão a caminho do envelhecimento ou o próprio idoso, podem ser auxiliados através de medidas preventivas, capazes de melhorar sua saúde física, mental e sua qualidade de vida. Envelhecer é uma arte, e está na hora de encararmos os idosos como sábios, por trazerem consigo, a sabedoria e a experiência de uma vida inteira.

Perceber que a velhice tem suas necessidades, benefícios e desafios. Como um cidadão mais velho, você estará aprendendo novos papéis e obtendo novos privilégios. A aposentadoria, por exemplo, apesar de não ser uma grande coisa em nosso país, lhe coloca numa vantagem de não ter mais que acordar com despertador logo cedo; outra, é dispor de mais tempo para dedicar-se à você, como por exemplo: viajar, visitar lugares que ainda não conhece; lugares agradáveis como os diversos parques e praças a que temos acesso em nossas cidades.

Aliás, quanto tempo faz que você não entra num grande parque ou numa bela praça para fazer caminhadas ou apenas observar a natureza? ou até mesmo conhecer pessoas diferentes e fazer novas amizades? Aprenda a desfrutar de suas novas experiências com a mesma sabedoria que teve até então.

Se dedicar a um trabalho voluntário, por exemplo, é uma forma de oferecer seu espírito de solidariedade e se sentir útil, lembre que sempre existe alguém a confortar. Você é um ser social, e é importante para você ver e estar com outras pessoas, compartilhando dos prazeres e até mesmo das preocupações alheias.

Agora, mais que nunca, você necessita expandir suas relações sociais. Comunique-se e seja um elemento vital em sua comunidade. Se você é avô ou avó, sinta a alegria de visitar seus netos e curta com eles, pois está tendo o privilégio de desfrutar o crescimento de uma nova geração e isto é maravilhoso! Você representa o vínculo deles com o passado.

Faça com que sua história de vida crie vida para eles, pois você é parte dela. Os jovens podem se surpreender em saber que um dia você também foi jovem e gostarão de ouvir suas histórias. Faça questão de demonstrar seu interesse pelas histórias deles também.

As coisas são diferentes, mas o processo de aprendizagem é igual para ambas as partes. Você se lembra de como era cuidadoso com seus filhos? Pois é, agora é o momento de pensar um pouco mais em si mesmo e se cuidar um pouco mais. Organize seu tempo e faça visitas ao seu médico, solicitando orientações sobre um bom programa de condicionamento, a fim de melhorar sua saúde física e mental.

O exercício é muito importante desde que seja realizado com orientação médica. Você poderá nadar, caminhar, jogar tênis, correr, jogar boliche e uma série de outras atividades; basta querer , se programar e irá perceber que isto é muito importante para se sentir feliz! A mudança na vida sexual também não deixa de ser vantajosa.

O casal de idosos pode manter uma vida sexual ativa, com a vantagem de não correr riscos de gravidez, relaxando e desfrutando disto com muito mais prazer. Embora nem todos os casais encontrem prazer na atividade sexual, a idade não impõe limites para o prazer do aconchego e do carinho, produzido pelo contato físico terno e íntimo. A velhice em si não é incapacitante; o que a torna assim e desinteressante, é o sedentarismo que pode fazer com que você se sinta assim.

Planeje sua vida positivamente pois envelhecer com sucesso é uma grande arte e não o caminho para a morte.

Bibliografia Pesquisada: Recreação na Terceira Idade – autor: C. Raul Lord – Editora Sprint Velhice ou Terceira Idade? – autor: Myrian Moraes Lins de Barros – Editora: FGV

 

Sobre Elaine Marini 25 Artigos
Psicóloga graduada em Psicologia desde 1986, Especialista em Psicologia Clínica e Manejo Psicológico na cirurgia bariátrica; pós graduada em Psicologia Transpessoal, Psicologia Hospitalar e Gestão Escolar. Escritora com 4 livros editados na área de Psicologia. Atualmente Chefe do setor de Psicologia hospitalar no Hospital Cruz Azul em São Paulo.