Câmara e Senado participam do Outubro Rosa a partir de amanhã

O Congresso Nacional participa, a partir desta terça-feira (02), do movimento mundial de conscientização sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama, conhecido como Outubro Rosa. A iluminação da Câmara e do Senado marca o início do mês, que traz vários eventos alusivos de combate à doença.

A programação será aberta às 17h, no Salão Negro, com as apresentações artísticas da dançarina negra Joceline Gomes, especializada em estilos afros, e do Balé Etude Seasons – Infantil.

Às 18h, na Biblioteca do Senado, haverá o lançamento do livro “O Grande Encontro”, da escritora Joana Jeker, presidente da Recomeçar – Associação de Mulheres Mastectomizadas de Brasília.

Durante o Outubro Rosa haverá, ainda, uma ação para arrecadação de lenços para mulheres em tratamento de câncer. Várias caixas serão espalhadas em pontos da Câmara e do Senado para coleta da doação. O material arrecadado será entregue para as mulheres da rede feminina do combate ao câncer do Hospital de Base, no dia 31 de outubro, em um café-da-manhã.

A participação do Congresso Nacional na campanha Outubro Rosa é resultado de uma parceria entre a Câmara dos Deputados, por meio da Secretaria da Mulher e do Departamento Médico, e o Senado Federal, por intermédio da Procuradoria da Mulher e de outros órgãos.

Projeto de Lei

A campanha do Outubro Rosa é tema de um projeto de lei que reconhece a importância do movimento e prevê sua realização também em locais aonde ele ainda não ocorre. A matéria já foi aprovada pela Câmara na forma do PL 3010/15 e, remetido ao Senado (onde tramita como PLC 32/18), aguarda deliberação do Plenário.

Outubro Rosa

O nome Outubro Rosa remete à cor do laço rosa, que simboliza a luta contra o câncer de mama. Criado nos Estados Unidos, o movimento surgiu após o Congresso norte-americano adotar outubro como o mês nacional de prevenção do câncer de mama.

O ato de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e outros pontos turísticos veio posteriormente, não havendo uma informação oficial de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação.

A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.