Corinthians vence o Santos e encerra tabu em clássicos

O Corinthians enfim venceu o Santos na escaldante manhã deste domingo, em Itaquera. O triunfo por 2 a 0, além de manter a confortável vantagem na ponta do Campeonato Brasileiro, garante ao time comandado pelo técnico Tite o final de seu jejum em clássicos.

Com 57 pontos em 27 partidas, o líder Corinthians vê o Atlético-MG na segunda colocação, com 52. O Galo mantém a esperança pelo título após a goleada contra o Flamengo. De qualquer forma, o Timão se distancia do Grêmio, terceiro colocado, com 48 pontos – o time gaúcho foi superado pelo Palmeiras no sábado. Já o Santos permanece com 40 pontos ganhos, quatro a menos que o Verdão, último integrante do G4.

O Corinthians não vencia um clássico desde o último mês de março, quando bateu o São Paulo, pelo Campeonato Paulista. Desde então, foram cinco derrotas e quatro empates contra os principais adversários. O Santos estava invicto diante do rival em 2015, já que conseguiu três triunfos e uma igualdade nos duelos anteriores.

Com temperatura superior a 30ºC em Itaquera, os jogadores sofreram. Depois de desperdiçar uma série de chances durante o primeiro tempo, o Corinthians decidiu o jogo na etapa complementar. Jadson abriu o placar em pênalti contestado pelos santistas e, pouco depois, marcou o segundo.

No próximo domingo, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos recebe o Internacional, novamente às 11 horas, e o Corinthians visita o Figueirense, às 16 horas. Antes disso, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o time praiano pega o mesmo Figueirense, às 19h30 de quarta-feira, em Florianópolis.

O Jogo – O Corinthians assustou pela primeira vez logo aos três minutos. Após cobrança rápida de lateral pela direita, Vagner Love invadiu a área e chutou para defesa de Vanderlei. Aos 16 minutos, o centroavante roubou a bola de David Braz pela esquerda, voltou à área e bateu para nova intervenção do goleiro do Santos.

O time da casa manteve a pressão e chegou novamente aos 24 minutos, quando Jadson passou por David Braz, Thiago Maia e Gustavo Henrique, mas parou em Vanderlei. Aos 40, Jadson arriscou de fora da área e fez o goleiro do Santos trabalhar mais uma vez.

Nos acréscimos, Werley foi expulso do banco de reservas por reclamação e empurrou o quarto árbitro, o que deve resultar em punição. Pouco depois, na única boa chance do Santos, Lucas Lima pegou o rebote pela esquerda após cruzamento de Gabriel e Cássio defendeu.

O Corinthians manteve a superioridade no começo do segundo tempo e quase conseguiu abrir o placar aos 16 minutos. Em cobrança de falta ensaiada pelo lado direito, Jadson rolou para Renato Augusto chutar na trave da meta defendida pelo goleiro Vanderlei.

Aos 34 minutos, o árbitro Flávio Rodrigues Guerra marcou pênalti de Zeca em Vagner Love. Em seguida, o zagueiro David Braz foi expulso e, no caminho para o vestiário, discutiu diante do banco do Corinthians. Após alguma confusão, Jadson bateu de forma precisa.

Com o Santos desarrumado em campo, o time da casa matou o jogo três minutos antes do final do tempo regulamentar. Em jogada com participação do estreante Lucca, Elias recebeu dentro da área e cruzou para Jadson, que aproveitou escorregão de Thiago Maia para fazer o segundo.

(Créditos: Gazeta Esportiva)