Ituano goleia e encerra invencibilidade do Santos

A invencibilidade do Santos no Campeonato Paulista terminou na noite deste domingo. No Estádio Novelli Júnior, o Ituano foi eficiente para aproveitar as seguidas falhas defensivas do time treinado por Jorge Sampaoli desde o primeiro tempo e ganhou por 5 a 1.

Com uma campanha de quatro vitórias e uma derrota, o Santos segue com os mesmos 12 pontos ganhos e ocupa a liderança do Grupo A do torneio estadual. Já o Ituano contabiliza sete pontos e sobe para a segunda colocação do Grupo D, a dois do São Paulo.

Pela sexta rodada do Campeonato Paulista, às 18h45 (de Brasília) desta sexta-feira, o Ituano volta a campo para enfrentar o Red Bull, no Estádio Moisés Lucarelli. Já o Santos, em busca da reabilitação, encara o Mirassol às 17 horas de sábado, no Pacaembu.

O Jogo – O Ituano saiu na frente logo aos 7 minutos, quando Serrato driblou Aguilar e cruzou da esquerda para finalização certeira de Morato na cara de Vanderlei. No minuto seguinte, Serrato roubou a bola de Aguilar, avançou com a bola dominada e tocou na saída do goleiro adversário para ampliar.

Aos 19 minutos, após cobrança de escanteio pela esquerda, Alemão cabeceou na trave e Jonas converteu no rebote. O Santos diminuiu aos 41 por meio de cabeçada de Jean Mota, que, em posição duvidosa, completou cruzamento feito pela direita por Sanchez.

O Ituano brecou uma eventual reação santista ainda nos acréscimos do primeiro tempo. Aos 46 minutos, Martinelli foi para cima de Victor Ferraz pela esquerda e cruzou. Morato completou com sucesso para marcar seu segundo gol no jogo, o quarto do time da casa.

No intervalo, na tentativa de aumentar o poder de fogo de sua equipe, o técnico Jorge Sampaoli trocou Alison por Yuri Alberto, mas o cenário não mudou. Aos 18 minutos do segundo tempo, o veterano Corrêa cobrou falta da direita para cabeçada de Léo Santos e Vanderlei, praticamente dentro gol, não conseguiu defender.

O Santos, sem criatividade, foi incapaz de dar muito trabalho ao goleiro Pegorari. No segundo tempo, em um lance que simbolizou a atuação do time alvinegro em Itu, Sanchez cruzou da direita e Yuri Alberto tentou cabecear, mas acertou a bola com o ombro.

Com vantagem confortável no marcador, o Ituano não precisou forçar durante o segundo tempo e o técnico Vinicius Bergantim pôde trocar o inspirado Morato por Gui Mendes. Nos acréscimos, Yuri Alberto pegou a sobra após escanteio da direita e finalizou. Com Pegorari já batido, Jonas salvou e manteve o placar inalterado.

(Créditos: Gazeta Esportiva)