Jair Bolsonaro e Fernando Haddad vão para o 2º turno

Com 100% das urnas apuradas, está confirmado o segundo turno entre os candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Bolsonaro obteve 49.275.358 (46,03%) dos votos válidos, já Fernando Haddad (PT), o segundo colocado alcançou 31.341.839 votos (29,28%). O segundo turno acontecerá no dia 28 de outubro.

Ciro Gomes (PDT) ficou em terceiro com 13.344.074 (12,47%) votos. Geraldo Alckmin (PSDB) obteve 13.344.074 (4,82%) votos, João Amoedo (Novo) 2.679.596 (2,50%) e Cabo Daciolo 2.679.596 (1,26%). Votos branco somaram 2,65% e os nulos e abstenções 20,32%.

Convocação

Bolsonaro (PSL) convocou os eleitores para a disputa do segundo turno no dia 28 de outubro e disse ter certeza que ampliará a vantagem [nas urnas] no segundo turno. “Temos de acreditar no nosso Brasil. Não podemos nos recolher. Faltam três semanas”, disse pelas redes sociais, ao lado do economista Paulo Guedes, eventual ministro da Fazenda em caso de vitória.

Discutir o Brasil

Fernando Haddad disse ainda que pretende “unir os democratas do Brasil” em torno de um projeto que tenha como prioridade o combate as desigualdades sociais do país e a defesa da soberania nacional e popular. Ele disse ainda que o segundo turno abre oportunidade para discutir “frente à frente e olho no olho”.

“Vamos para o campo democrático com uma única arma: o argumento. Nós vamos com a força do argumento para defender o Brasil e seu povo, sobretudo o povo mais sofrido do país”, afirmou.