Palmeiras perde para o San Lorenzo que toma liderança no Grupo F da Libertadores

O Palmeiras teve bons momentos e pressionou o San Lorenzo quando pôde, mas deixou Buenos Aires com sua segunda derrota na temporada. O time argentino aproveitou uma falha de marcação no início do segundo tempo para vencer o Verdão por 1 a 0, nesta terça-feira (02), no Nuevo Gasometro. Com a vitória, os argentinos assumiram a liderança do Grupo F da Copa Libertadores com sete pontos, enquanto o Palmeiras com seis. Herrera foi o autor do único gol da partida.

O Palmeiras jogou sem Ricardo Goulart e Gustavo Scarpa, dois de seus principais nomes do ataque e voltou a perder exatos dois meses depois da derrota para o Corinthians, dia 2 de fevereiro, em casa. Desde então eram 12 partidas do time de Felipão entre Paulistão e Libertadores, com sete vitórias e cinco empates no período. Corinthians e San Lorenzo, portanto, são os únicos que venceram o Verdão na temporada.

O San Lorenzo venceu só sua terceira partida no ano (duas delas na Libertadores). Em má fase no Campeonato Argentino, o time treinado por Jorge Almirón soube explorar erros do Palmeiras, chegou ao gol no início do segundo tempo com Herrera e conseguiu administrar o resultado. Ao menos no torneio continental, o time do Papa Francisco vai bem.

O San Lorenzo teve mais posse de bola, como já era de se esperar. O time de Felipão, como também já era de se esperar, conseguiu dominar a partida mesmo sem a bola. O Palmeiras criou mais chances, a maioria em bolas longas e transições rápidas. A equipe da casa acertou a bola na trave com Castellani, após erro na saída de bola do Palmeiras. O Verdão respondeu com Moisés, dentro da área, matando no peito e acertando uma linda bicicleta após cruzamento de Deyverson – o time esboçou uma pressão depois desse lance, mas os rivais trocaram boas chances perdidas até o fim da primeira etapa.

Segundo tempo

Felipão promoveu duas mudanças – Felipe Melo e Lucas Lima nas vagas de Thiago Santos e Bruno Henrique. A ideia era ganhar qualidade na armação, mas o Palmeiras perdeu poder de marcação no meio-campo. Logo aos seis minutos, o castigo: Herrera arrancou sozinho da intermediária, sem ninguém chegar perto e, na entrada da área, arriscou o chute e acertou o canto direito da meta de Weverton. Gol que fez o Verdão se lançar mais ao ataque, mas investindo mais em bolas aéreas e arremessos laterais na área. No fim, Raphael Veiga entrou na vaga de Felipe Pires, sem mudar o panorama da partida.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (07), contra o São Paulo, em sua arena, pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Paulista – a ida foi 0 a 0, no Morumbi. Pela Libertadores, o próximo duelo é no dia 10 de abril, às 21h30, contra o Junior Barranquilla, também em casa.