SPCine investirá R$ 7 milhões em filmes paulistanos

A Prefeitura de São Paulo abriu inscrições para edital que vai investir R$ 7 milhões na produção e finalização de longas-metragens paulistanos. O programa impulsiona o proponente a alcançar 70% ou 90% dos itens financiáveis do orçamento de produção da obra. São aceitos projetos de documentário, ficção e animação desde que as produtoras estejam estabelecidas na capital paulista há pelo menos dois anos.

“Queremos destravar as obras que precisam dos últimos recursos para serem filmadas e concluídas. Temos um número considerável de filmes parados na etapa de produção, e a premissa do edital é justamente acelerar esse caminho”, conta Mauricio Andrade Ramos, diretor-presidente da Spcine.

Ele é dividido em dois módulos: ficção ou animação e documentário. No primeiro, o orçamento total dos itens financiáveis precisa ser de pelo menos R$ 3 milhões, e o proponente pode solicitar de R$ 100 mil a R$ 1 milhão. Já no segundo, a obra tem que ter um orçamento total dos itens financiáveis de ao menos R$ 800 mil, e o produtor pode requerer entre R$ 100 mil e R$ 400 mil.

Em ambos os casos, a soma do valor advindo de outras fontes de captação com o investimento da Spcine precisa ser correspondente a 70% ou 90% do orçamento total dos itens financiáveis da obra.

A seleção é automática a partir da classificação do menor para o maior valor necessário para o projeto alcançar, como mencionado, 70% ou 90% da obra.

Leia o regulamento (clicando em “programa de investimento”) e participe. As inscrições podem ser feitas na plataforma SP Cultura até o dia 10 de outubro.