Trilha em Santos oferece contato com flora, fauna e cachoeira com piscina natural

A Cidade de Santos acaba de recuperar uma opção para aproximar turistas e munícipes da natureza. Após quase dois anos fechada por causa da pandemia da Covid-19, a Fazenda Cabuçu, na área continental da cidade, foi reaberta para o ecoturismo.

Trata-se de uma trilha que inicia na Rodovia Manoel Hipólito do Rego, conhecida como Rio-Santos com 6km de extensão (ida e volta) e duração média de seis horas. O ponto alto é a cachoeira do Cabuçu, com cerca de 10 metros de altura, que desce uma enorme rocha, verdadeiro escorregador, e forma uma grande piscina natural. No caminho, é preciso atravessar córregos de águas cristalinas.

Árvores de grande porte fazem a demarcação do caminho, que oferece variedade de plantas e flores nativas, além de aves e outros animais de pequeno porte. O percurso margeia águas claras, rasas e transparentes, formando pequenas enseadas, onde é comum encontrar pegadas de animais, em meio a samambaias, trepadeiras e bromélias.

A fazenda é uma referência histórica para a Baixada Santista. No período de colonização, serviu de abrigo à Companhia de Jesus, que ali montou um posto de catequese para os índios. Na primeira metade do século passado, a região foi ocupada por grandes plantações de banana, cuja produção era transportada por vagonetes até as proximidades do Rio Cabuçu, e dali, por meio de barcos, até o Mercado Municipal.

O passeio é realizado mediante agendamento com a agência Caiçara Expedições. É necessário montar grupos entre 6 e 40 pessoas (idade mínima de 7 anos). O valor é de R$ 120 por pessoa. 

O passeio respeita todos os protocolos de prevenção à Covid-19, como uso de máscaras e oferecimento de álcool em gel.


Mais informações pelo WhatsApp (13) 98142-0151 (Renata) ou caicaraexpedicoescontato@gmail.com.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*